A Eficácia da Homeopatia no Tratamento da Psoríase

psoriaseA Psoríase é vista como uma doença da pele, mas, embora se manifeste na pele, ela é muito mais do que apenas uma doença da pele.

Ela é, com efeito, uma doença autoimune, ou seja, algumas células do Sistema Imunológico sofrem uma alteração que as incapacita de diferenciar invasores, altamente prejudiciais ao organismo, de células saudáveis do próprio corpo. Isto provoca várias reações inflamatórias que, no caso da psoríase, se manifestam na pele, sobretudo, na zona que cobre as articulações.

Os sintomas caracterizam-se, essencialmente, pelo espessamento da pele, vermelhidão, crostas, formação de placas, descamação, fissuras, comichão, ardor, entre outros.

Como esta patologia se pode manifestar em diferentes zonas e de diversas formas, classifica-se, geralmente, em função da localização e das características das erupções.

 

Tipos mais comuns de Psoríase

 

  • Psoríase Gutata que apresenta pequenas manchas avermelhadas, que se manifestam, normalmente, na região dos braços e das pernas;
  • Psoríase em placas que apresenta lesões avermelhadas ou brancas descamativas, afetando, geralmente, a zona dos joelhos, cotovelos ou couro cabeludo
  • Psoríase Invertida que afeta mais as zonas das dobras da pele, produzindo lesões vermelhas e brilhantes;
  • Psoríase Pustulosa que provoca lesões com pus e que se podem manifestar apenas numa pequena área ou disseminar por todo o corpo;
  • Psoríase Eritrodérmica, a mais grave de todas, já que a inflamação é mais séria e se espalha por todo o corpo em manchas vermelhas, normalmente, muito dolorosas.

O tratamento convencional centra-se na tentativa da supressão da lesão e alívio dos sintomas, independentemente do tipo de psoríase e das características individuais do paciente. Usa, para o efeito, pomadas, anti-inflamatórios ou imunossupressores que adormecem apenas os sintomas e, por isso, é necessário manter o tratamento por longos períodos, ou até para o resto da vida, com todas as consequências que, naturalmente, daí advêm.

O Tratamento da Psoríase em Homeopatia

Num tratamento homeopático, independentemente do diagnostico, sabemos que a supressão de uma manifestação local, levará ao aparecimento de outro problema noutro local, inclusive, do foro mental ou emocional, por essa razão, o homeopata sabe que não deverá limitar o tratamento à supressão do sintoma local mas, sim, tratar o paciente na sua totalidade sintomática.

Sabemos também que, por detrás de uma manifestação física, está sempre uma situação de stresse psíquico, muitas vezes, tão intenso que, anos mais tarde se traduziu naquilo a que chamamos doença. Hahnemann, o pai da Homeopatia, é o primeiro médico a considerar que todas as doenças são psicossomáticas, embora este conceito, na sua época, ainda não tivesse sido explicado e só anos mais tarde acabasse por ser compreendido e aceite.

Nesta perspetiva, a homeopatia, admitindo a existência de um desequilíbrio original, tem por objetivo encontrar, na natureza, uma substância com uma energia semelhante à do estado geral do paciente de forma a poder tratar esse desequilíbrio.

São vários os remédios que, em Homeopatia, apresentam uma patogénese (conhecimento do poder farmacodinâmico de cada remédio) semelhante ao quadro das manifestações clínicas da Psoríase e, por essa razão, os resultados no tratamento e cura destes pacientes é bem evidente.

Destacam-se, entre muitos ouros, Mercurius solubilis, Arsenicum album, Arsenicum iodatum, Kalium arsenicosum, Petroleum, Corallium rubrum, Lycopodium e Graphites. A eleição de um destes remédios, ou de outro, naturalmente, irá depender dos sintomas predominantes do paciente, da sua localização, das modalidades de melhoria e de agravamento, dos sintomas peculiares e concomitantes e, sobretudo, do estado mental do paciente.

Cuidados com a alimentação

 

A dieta deve privilegiar alimentos anti-inflamatórios, antioxidantes e fermentados, como o Kefir, o miso, a soja fermentada ou iogurtes de côco. Uma boa ingestão de fibras e de ácidos gordos essenciais 3, 6 e 9 num rácio equilibrado ajudarão a manter a saúde do intestino, sabendo que um intestino saudável é o primeiro passo para um organismo saudável.

Nota Importante

Recordamos que a Homeopatia, praticada como tal, utiliza apenas um remédio de cada vez, nunca devendo ser ministrados vários remédios ao mesmo tempo nem tomados por meses ou tempo indeterminado. A Homeopatia não consiste na simples utilização de um protocolo de remédios, igual para todos os pacientes, apenas porque apresentam um mesmo diagnóstico. Se sofre desta ou de outra patologia, evite a automedicação, consulte um terapeuta especializado.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *